Retrospectiva WhatsApp: confira as principais mudanças no aplicativo em 2017

O ano de 2017 foi bastante movimentado para o WhatsApp, um dos apps preferidos dos brasileiros. Nos últimos meses, o aplicativo de mensagens ganhou novidades como verificação em duas etapas, compartilhamento de localização em tempo real e a tão aguardada função de apagar mensagens. Além disso, o serviço também deixou de funcionar em versões antigas do iOS, Android e Windows Phone, além de sistemas extintos.

– Fim do suporte a sistemas antigos

O ano começou e vai terminar com o WhatsApp abandonando plataformas antigas e pouco usadas. Em janeiro, o aplicativo deixou de funcionar no Android 2.1 (Eclair) e 2.2 (Froyo), no iPhone 3GS, iOS 6, Windows Phone 7 e Nokia Symbian S60. Já no próximo domingo, 31, será a vez do Windows Phone 8.0 e do BlackBerry OS 10 perderem o suporte ao serviço de mensagens.

– Verificação em duas etapas

ReproduçãoEm fevereiro, o WhatsApp se tornou muito mais seguro e resistente a invasões com a função de verificação em duas etapas. Com o recurso ativado, o aplicativo de mensagens exigirá a digitação de um código sempre que o seu número de telefone for registrado em algum aparelho. Assim, fica mais difícil alguém ter acesso às suas conversas, mesmo com o seu chip em mãos.

– WhatsApp Status

Com o Facebook disposto a ofuscar o Snapchat a todo custo, o WhatsApp também ganhou sua versão de “histórias” em fevereiro. Batizado de Status, a função permite que o usuário compartilhe fotos, vídeos e atualizações de textos por 24 horas com seus contatos no aplicativo. A mudança também alterou a interface do aplicativo, escondendo a lista de contatos no botão para começar uma nova conversa.

– Fixar conversas

Entre o fim de abril e maio, o WhatsApp passou a permitir que os usuários fixassem as conversas mais importantes no topo do aplicativo. Disponível tanto em celulares como em PCs, o recurso torna mais fácil encontrar os seus contatos com os quais se comunica mais, sem que estes fiquem perdidos entre os demais bate-papos. Para usar, basta selecionar as conversas e tocar sobre o ícone de alfinete no topo da tela.

– Leitura de conversas no iPhone

Ainda no quinto mês do ano, os usuários do iOS 10.3 puderam usar a Siri para ler suas mensagens recebidas no WhatsApp. Basta pedir à assistente pessoal: “Ei, Siri, leia as minhas mensagens no WhatsApp” para que o seu telefone diga em voz alta o que seu contato está dizendo. Além disso, é possível usar o recurso da Apple para responder mensagens sem usar as mãos.

– Filtros para fotos

ReproduçãoNa metade do ano, o WhatsApp ganhou um conjunto de filtros para agradar quem gosta de dar um “trato” nas suas imagens. Ao enviar uma foto da galeria ou tirada com a câmera, o usuário pode arrastar o dedo para cima para revelar efeitos que lembram bastante os presentes no Instagram. Além disso, o app manteve todas as ferramentas de edição, como o recurso de recorte, giro de imagens, entre outras coisas. Outra mudança é que, ao enviar muitas fotos simultâneas, o WhatsApp passou a agrupar todas em forma de galeria.

– Atalhos de ícone no Android

O Android 7.1 (Nougat) e versões mais recentes trouxe o suporte a atalhos de forma bastante similar ao que acontece no 3D Touch no iPhone. Em julho, o WhatsApp ganhou suporte a essa funcionalidade na plataforma do Google, permitindo que os usuários iniciem uma conversa a partir da tela inicial ou acesse atalhos para os seus contatos preferidos.

– Envio de qualquer arquivo

Neste ano, o WhatsApp se tornou uma poderosa ferramenta para compartilhamento de arquivos. A partir de julho, os usuários ganharam a possibilidade de enviar qualquer tipo de documento e extensão com até 100 MB. Além disso, o serviço de mensagens também liberou a troca de pastas compactadas no formato zip ou rar, além de aplicativos do Android em APK.

– Novos emojis

ReproduçãoApós um tempo sem grandes novidades, o WhatsApp decidiu renovar o seu pacote de emojis no Android e na versão Web. Historicamente, o aplicativo de mensagens usava os rostinhos presentes no iOS como seus emoticons, mas optou por substituí-los gradativamente. Embora não tenha alterado o funcionamento do app, a mudança dividiu os usuários da rede social entre os que preferiam as figurinhas da Apple e os que gostaram da novidade.

– Compartilhamento de localização em tempo real

Outra mudança importante no mês do outubro foi a possibilidade de enviar a sua localização ao vivo para os seus contatos. Com o recurso, o WhatsApp passou a permitir o compartilhamento do posicionamento GPS por períodos que variam entre 15 minutos, uma hora e oito horas. A novidade promete ajudar bastante a informar aos seus amigos quanto tempo falta para chegar no local marcado, bem como controlar onde seus filhos estão indo, entre outras coisas.

– Apagar mensagens

Após muitos pedidos, o WhatsApp finalmente librou a função de apagar mensagens em novembro. Com a ferramenta, os usuários podem desfazer o envio de textos, fotos e arquivos em até sete minutos após a entrega ao destinatário. No entanto, ao fazer isso, o aplicativo de mensagens passa mostrar um aviso para todos na conversa de que o conteúdo foi apagado. – Novo jeito de enviar áudio

Até o momento, a última grande novidade do WhatsApp é a função que trava o botão de gravar áudio no aplicativo para iPhone. Para usar, basta tocar no botão de enviar mensagem de voz e deslizar o dedo para cima até que um cadeado apareça. Assim, fica muito mais simples enviar áudios longos sem que seja necessário manter o dedo pressionando a tela a todo o tempo.

ReproduçãoGostou das novidades do WhatsApp em 2017 ou acha que o aplicativo ficou devendo frente aos concorrentes? O que gostaria de ver no mensageiro em 2018? Compartilhe sua opinião nos comentários!

 

Fonte: https://goo.gl/hUuxN8