Você agora pode postar listas coloridas no Facebook; saiba como

O Facebook acrescentou aos seus usuários nesta semana uma nova opção de postagem. São as listas, que se juntam às enquetes, recomendações, check-ins e outros tipos de posts temáticos suportados pela rede social.

Como o nome sugere, o novo recurso permite que o usuário crie listas de itens com os mais diversos temas, cores de fundo e numeração para gerar posts como “metas para o ano novo” ou “lugares que quero conhecer”, por exemplo.

Veja como criar esse novo tipo de post pelo navegador com o passo a passo abaixo.

1. Clique na caixa de texto “No que você está pensando” para começar a criar um post novo. Logo abaixo, entre as opções de postagem, selecione “Lista”;

Reprodução

2. Você verá uma série de opções de listas pré-definidas (que podem ser editadas) e também a opção de criar uma lista nova. Para o propósito deste tutorial, escolhemos a opção “Minhas metas para 2018”, mas você pode escolher o que quiser;

Reprodução

3. Digite o primeiro item da sua lista e, para adicionar um novo, é só clicar em “Adicionar outro item”. Na parte inferior da caixa de diálogo, você pode escolher o tipo de lista (por números ou pontos) e a cor de fundo. Quando terminar, é só clicar em “Publicar”;

Reprodução

4. Pronto! Sua nova lista vai aparecer assim como essa no feed de notícia dos seus amigos.

Reprodução

Como liberar espaço automaticamente no iPhone

A falta de espaço de armazenamento é uma das principais reclamações dos usuários de smartphones. Para os donos de celulares Android é fácil resolver esse problema com um cartão de memória Micro SD, mas para os donos de iPhone a situação não é tão simples assim.

Com a chegada do iOS 11, a Apple passou a oferecer uma forma de liberar um pouco de espaço na memória do aparelho. Quando o armazenamento está cheio, o sistema desinstala automaticamente os aplicativos que são menos usados, mas salva os dados para caso o usuário deseje instalar o app novamente.

Para ativar esta função, basta entrar em “Ajustes”, procurar por “iTunes e App Store” e ativa e função “Desinstalar Apps Não Usados”.

Reprodução

O recurso também pode ser ativado através da área de “Armazenamento do iPhone”, em Geral”.

Reprodução

WhatsApp Store está chegando; veja o que esperar do novo recurso

O WhatsApp está prestes a receber uma loja interna. “Mas para distribuir o quê?”, você pode perguntar. A WhatsApp Store terá como objetivo distribuir figurinhas (ou “stickers”) como acontece com o Facebook Messenger.

O recurso ainda está inativo, mas foi descoberto pelo site WABetaInfo, que hackeia cada atualização do app atrás de funções que ainda estejam em fase de desenvolvimento. A loja foi encontrada na versão 2.18.32 do WhatsApp beta para Android.

Quando ativo, a WhatsApp Store será representada por um ícone de “+” no canto inferior direito da tela de seleção de emojis, onde também há a opção de busca por GIFs. Você vai perceber na captura abaixo um símbolo com um coração, que abre a tela de seleção de stickers.

Reprodução

Após pressionar o ícone “+”, o usuário é levado para uma área com duas opções. “Featured”, que deve ser traduzido para “Destaques” ou algo similar quando chegar ao Brasil e “My”, ou “Meus”, que mostram os stickers que o usuário já adquiriu e associou à sua conta.

Reprodução

Como no Facebook Messenger, é importante notar que o uso do termo “loja” não significa que as figurinhas serão pagas. Até hoje não há um único sticker pago na loja de figurinhas do Facebook.

Mas quais figurinhas serão distribuídas por meio dessa loja? Inicialmente, há sete pacotes previstos para entrar no aplicativo, nesta fase experimental pré-lançamento, mas outros devem ser incluídos antes de o recurso se tornar oficial.

Reprodução

Apple Pay chega ao Brasil nos próximos meses

O sistema de pagamento móvel da Apple chega ao Brasil nos próximos meses. A informação foi confirmada pelo CEO da empresa, Tim Cook, durante a conferência trimestral de resultados financeiros da Apple feita ontem, 1.

O executivo não deu maiores detalhes, mas, segundo o MacMagazine, citou apenas o Brasil quando falou sobre os próximos lançamentos do Apple Pay.

O site oficial da Apple já foi atualizado com informações em português sobre o serviço, e dá a entender que ele será exclusivo de clientes Itaú, ao menos no início – todas as imagens mostram cartões de crédito do banco, e todos os cartões são para clientes com alto nível de gastos, como Itaú Platinum Personnalité, Itaú Uniclass e Mastercard Black.

Os indícios de que o lançamento do Apple Pay se aproximava surgiram em dezembro, quando alguns usuários começaram a notar um contrato do Itaú citando o serviço da Apple.

O Apple Pay funciona atualmente em mais de 20 países pelo mundo. O Brasil deve ser o primeiro da América Latina a receber o serviço.

 

YouTube Go chega ao Brasil e permite baixar vídeos para ver offline

Baixar vídeos do YouTube no celular para poder assistir a eles sem gastar o pacote de dados já era algo possível de se fazer com algumas gambiarras. Mas agora, o Google anunciou o lançamento de um novo aplicativo do YouTube que permite fazer isso de modo bem mais simples. O novo app recebeu o nome de YouTube Go, e já havia sido lançado na Índia.

Ele funciona de maneira idêntica ao aplicativo original. No entanto, ao lado de cada vídeo há um botão por meio do qual é possível baixá-lo para assistir depois. A única exceção a isso são vídeos de música, que podem ser vistos, mas não baixados, pelo app. É possível escolher a resolução na qual o vídeo será baixado, o que pode ajudar quem tem menos espaço no celular.

do YouTube como de costume; clicando do outro lado, ele mostra apenas os vídeos já baixados no celular do usuário. O YouTube Go também permite que os usuários compartilhem os vídeos baixados em seus aparelhos com outras pessoas via Bluetooth.

Além dessa novidade, o app também tem outras otimizações que o tornam mais adequado para celulares com configurações mais modestas ou conexões intermitentes. Ele também ocupa menos espaço do que o aplicativo tradicional do YouTube, mas fora isso é exatamente igual e tem todos os recursos do outro app.

Compartilhamento

Vídeos baixados ou compartilhados pelo Youtube Go também trarão publicidade junto. O tipo de publicidade, no entanto, depende da qualidade da conexão e do espaço disponível no celular do usuário no momento em que ele faz o download. Caso haja pouco sinal e pouco espaço, por exemplo, o vídeo virá apenas com banners, que são mais leves.

Segundo Cauã Taborda, o gerente de comunicação do YouTube no Brasil, o app já estava disponível em outros países como Índia e Indonésia. O feedback dos usuários desses países ajudou a empresa a melhorar o app, e a versão que foi lançada hoje já traz essas melhorias. Entre elas estão a possibilidade de compartilhar vários vídeos com várias pessoas ao mesmo tempo, e a opção de escolher baixar os vídeos em resoluções maiores.

Nesses outros mercados, o aplicativo encontrou uma série de utilizações interessantes. Na Indonésia, por exemplo, o app foi usado por comunidades de mulheres para criar playlists de vídeos com dicas financeiras, que elas compartilham entre si, segundo a empresa. Na Nigéria, um professor de escola primária também usou o aplicativo para compartilhar lições de matemática com seus alunos, também de acordo com comunicados da empresa.

Facilidade de acesso

A ideia do lançamento do app, segundo Marcella Campos, diretora de marketing do YouTube no Brasil, é ajudar a tornar o conteúdo do YouTube mais acessível para uma parcela maior de seus usuários brasileiros. De acordo com ela, 86% da população brasileira já assiste a vídeos online; delas 84% usam o celular para isso.

Pode parecer estranho que a empresa escolha lançar um app separado do YouTube que permitisse baixar vídeos, em vez de incluir esse recurso no próprio app. Segundo Taborda, o motivo para isso é técnico: “quando você faz um app com a complexidade do YouTube e quer incluir um recurso novo, às vezes acaba sendo mais fácil criar outro app do zero”, diz.

Na hora de criar esse novo app, de acordo com ele, o YouTube levou em consideração alguns princípios. Ele foi pensado a partir da necessidade dos usuários (e não, supostamente, das vontades da empresa), com foco em assistir e compartilhar vídeos offline, mas mantendo todos os recursos do app principal. Ainda assim, segundo Taborda, usuários podem preferir manter os dois apps em seus dispositivos, já que alguns recursos, como o sistema de comentários, são mais simples de se usar no YouTube “tradicional”.

O YouTube Go será liberado aos poucos para download neste link na Play Store. Por enquanto, segundo a empresa, não há nenhuma previsão de lançar o aplicativo para dispositivos iOS.

WhatsApp ganha atualização no iPhone com novidades

O WhatsApp ganhou uma nova versão no iOS que não traz grandes novos recursos, mas adiciona algumas pequenas novidades ao aplicativo, e que devem ser incluídas também em futuras atualizações no Android.

A primeira novidade vale para quem saiu de um grupo, seja por ter sido excluído, por vontade própria ou por ele ter sido finalizado. Agora é possível escolher qualquer mensagem do arquivo do grupo e responder privadamente para quem enviou ela anteriormente.

O WABetaInfo destaca que esse recurso pode ser especialmente útil quando o WhatsApp adicionar as mudanças de grupos que vão permitir definir que um usuário só pode ler o que é enviado – nesse caso, eles poderiam responder privadamente para o remetente.

O WhatsApp também ganhou um botão com a quantidade de menções feitas a um usuário quando ele abre um grupo com muitas mensagens não lidas – isso deve ajudar a encontrar pessoas que falaram diretamente com ele para dar uma resposta adequada ao colega.

Ainda dentro dos grupos, uma área de busca foi adicionada permitindo procurar por um membro específico dentro dele. Por fim, quando alguém citar uma mensagem com um emoji grande, ele também vai aparecer maior dentro da caixa de citação.

As novidades foram incluídas na versão 2.18.20 do WhatsApp para iOS. Até o momento, não há previsão de quando essas mudanças vão aparecer também no Android.

Instagram deve ganhar chamadas de vídeo em breve

A área de mensagens do Instagram pode ganhar um novo recurso. Informações encontradas no app para iOS sugerem que, em breve, o serviço de imagens vai ganhar chamadas de vídeo entre seus usuários.

O recurso foi encontrado pelo WABetaInfo e sugere que o Instagram vai ficar ainda mais parecido com apps de mensagens como WhatsApp e Messenger, que também pertencem ao Facebook.

Dentro de uma conversa no Instagram Direct, um ícone de câmera foi encontrado. Com ele, usuários poderiam iniciar chamadas de vídeo com seus seguidores, mais ou menos como já é possível fazer no WhatsApp.

Por enquanto o recurso segue escondido dentro do iOS e não há previsão de quando vai ser liberado aos usuários. Mas é mais uma medida do Instagram que tenta fortalecer o Direct como um serviço de mensagens. Recentemente, ele começou inclusive a entregar quando um usuário está online – é possível desativar isso.

 

Fonte: https://goo.gl/GnJD8n

Agora dá para usar o WhatsApp no painel do carro

O WhatsApp ganhou uma atualização para iOS recentemente que, além de corrigir alguns bugs, também trouxe uma grande novidade que quase passou despercebida. O aplicativo agora funciona com o CarPlay, central de mídia automotiva da Apple.

Carros que vêm com suporte ao CarPlay permitem que o usuário conecte seu iPhone ao sistema e use algumas de suas funções diretamente do painel do veículo. Para não distrair o motorista, é claro que as funções dos apps são reduzidas e muitas delas controladas apenas por voz.

O WhatsApp é o primeiro aplicativo de mensagens não-produzido pela Apple a chegar ao CarPlay, como nota o 9to5Mac. Já dava para utilizar o mensageiro pelo sistema automotivo da Apple, mas apenas através de comandos de voz da Siri.

Agora, o WhatsApp tem um ícone e uma interface dedicados no CarPlay, mas as funções continuam limitadas. Você pode recitar e enviar uma mensagem por comandos de voz e ouvir as que chegam para você pelo painel do carro, mas não pode navegar pela lista de conversas.

Veja aqui a lista de veículos compatíveis com o CarPlay.

Aplicativo do Google que poupa espaço no celular ganha novidades

Files Go, o aplicativo do Google criado para gerenciar arquivos no Android e também economizar espaço, ganhou novidades. A mais recente atualização do app trouxe pequenos novos recursos que podem ser úteis no dia a dia, anunciou o Google.

O principal deles tem a ver com suporte a cartões SD. A partir de agora, com apenas um toque o usuário pode conferir apenas a lista de arquivos armazenados na memória externa do smartphone, separadamente daqueles que estão na memória interna.

Além disso, agora o Files Go facilita a abertura de arquivos em aplicativos específicos. Ao abrir arquivos em formato PDF, por exemplo, o usuário pode selecionar manualmente qual app do celular será usado para visualizar o documento.

Por fim, o Google anunciou que o Files Go agora também funciona em tablets com Android. Como curiosidade, a emrpesa revelou ainda que o app já foi baixado mais de 10 milhões de vezes e, em média, ajuda a liberar 1,1 GB do celular dos usuários.

WhatsApp Business começa a funcionar no Brasil

O WhatsApp Business agora está funcionando no Brasil. O aplicativo, lançado de forma oficial após um longo período de testes na última semana, é voltado para empresas que utilizem o serviço como forma de comunicação com clientes, oferecendo ferramentas mais avançadas para gestão de contatos do que a versão básica.

O aplicativo especial permite a criação de um perfil empresarial com informações sobre o negócio. É possível, por exemplo, criar respostas rápidas para perguntas frequentes, ou então mensagens de saudação ou de ausência para quando não for possível responder imediatamente.

A versão corporativa do aplicativo foi anunciada há alguns meses; apenas na semana passada ela começou a funcionar de forma oficial em alguns países, limitando-se, no lançamento, a Estados Unidos, Itália, Indonésia, Reino Unido e México. Agora o serviço opera no Brasil e na Alemanha.

Ele ainda conta com estatísticas de mensagens para avaliação da eficiência do serviço, como o número de mensagens que foram lidas pelos usuários para dar uma ideia de como as coisas estão se saindo.

Para usuários comuns, não é necessário fazer nenhum download especial, já que as mensagens são enviadas para o app convencional do WhatsApp.

Por enquanto, o aplicativo está disponível apenas para Android. Para baixar o WhatsApp Business, basta acessar este link no Google Play.