Zuckerberg confirma unificação dos serviços do WhatsApp, Messenger e Instagram

Mark Zuckerberg confirmou que existe uma equipe de desenvolvedores trabalhando em um sistema para unificar os serviços de mensagem dos aplicativos WhatsApp, Instagram e Messenger. Contudo, isso não deve acontecer antes de 2020.

Na sexta-feira (25), o jornal The New York Times vazou a informação sobre a unificação da infraestrutura dos três aplicativos da empresa e disse que, apesar das mudança, as plataformas continuariam funcionando como serviços separados. Agora, temos a confirmação disso.

Durante uma reunião com investidores, ontem (30), Zuckerberg ofereceu mais detalhes sobre como isso acontecerá. De acordo com ele, as pessoas basicamente usam o Messenger para se comunicar de forma privada dentro do Facebook, usam o chat do Instagram para se comunicar de forma privada dentro da rede social de fotos e, ao mesmo tempo, preferem transferir a conversa para o WhatsApp por causa da criptografia de ponta-a-ponta, ou seja, porque se sentem mais seguras.

Acontece que quando os usuário do Facebook utilizam o Marketplace para compra, venda ou troca de produtos, muitas vezes, acabam tendo que mudar de plataforma para dar continuidade ao negócio, neste caso, o WhatsApp. Isso acontece especialmente em mercados emergentes, como é o caso da Índia e do Brasil.

De acordo com o executivo, a união dos três serviços trará mais segurança aos usuários, já que, com isso, todos passariam a contar com criptografia de ponta a ponta do WhatsApp.

Contudo, claramente, a ideia é facilitar o uso do Marketplace do Facebook, gerando mais ação dentro da plataforma. O que poderia acabar, inclusive, alienando ainda mais os usuários das plataformas do empresa.

Eu não tenho conta no Facebook e nem no Instagram, mas sei de outras pessoas como é caótico manter as conversas nas três plataformas ao mesmo tempo, em especial para aqueles que não possuem o aplicativo do Facebook ou do Messenger no celular. Essa pode ser uma solução viável, mas terá que manter a identidade de cada plataforma, caso contrário, poderia gerar muito desgosto entre os usuários.

O que você acha desta integração dos serviços de mensagem do Facebook? Você é a favor ou contra? Por quê?

Via: PhoneArena

Como encaminhar uma mensagem no WhatsApp para mais de 5 pessoas ao mesmo tempo

Na última segunda-feira (21/1), o WhatsApp anunciou que limitará o reenvio de mensagens para, no máximo, cinco pessoas, em todo o mundo. O objetivo é combater a disseminação de fake news e a desinformação que vem se espalhando cada vez mais entre os usuários do aplicativo de mensagens.

Se você fazia um bom uso da ferramenta e ainda precisa compartilhar algo para mais de 5 pessoas de forma simultânea, a boa notícia é que existe uma forma de contornar esta limitação. Sendo assim, veja a seguir como compartilhar uma mesma mensagem para uma quantidade maior de contatos dentro do aplicativo.

Importante

O processo descrito a seguir faz o uso de uma função que é encontrada no próprio aplicativo do WhatsApp e funciona no Android e iPhone. Dessa forma, você pode ficar tranquilo quanto aos dados que estão por lá, uma vez que não será necessário obter programas de terceiros.

Como compartilhar uma mensagem com mais de cinco pessoas no WhatsApp

Antes de prosseguir para o passo a passo, é necessário dizer que o processo que tira esta limitação do WhatsApp, acaba não sendo tão prático quanto à forma comum de realizar um compartilhamento no aplicativo de mensagens. Nele, por exemplo, você terá que criar uma “espécie de grupo”, conhecida como “Transmissão”, em que os contatos que receberão as mensagens serão gerenciados.

Mesmo com estes contras, o processo ainda é funcional e consegue entregar as mensagens para mais de cinco contatos por vez ao mesmo tempo. Veja como fazer:

  1. Abra o WhatsApp normalmente e toque no ícone representado por “três pontos”;

    Reprodução

  2. Entre em “Nova transmissão” e selecione os contatos com quem você compartilhará a mensagem ou conteúdo desejado. Depois de selecionar os contatos, toque no ícone verde para confirmar a criação do “Grupo de transmissão”.

    Reprodução

Agora que você criou uma transmissão, note que na lista inicial do WhatsApp terá um novo contato com a lista de pessoas que acaba de ser criada. Por enquanto, não entre nele, pois agora é a vez de fazer o processo de compartilhamento da mensagem. Confira:

  1. Abra o WhatsApp mais uma vez e entre na tela de conversas que está com a mensagem que você deseja compartilhar;
  2. Toque e segure sobre a mensagem que você deseja enviar e toque no ícone de “Encaminhar”;

    Reprodução

  3. Na lista que foi carregada, selecione a “lista de transmissão” e confirme o envio da mensagem.

    Reprodução

Pronto! Todos os contatos que estavam na lista de transmissão receberão a mensagem de forma individual. Desta forma, eles não saberão que o mesmo conteúdo que receberam foi enviado para outras pessoas. Além disto, utilizando este método de encaminhamento, o sinal de “encaminhado” não aparecerá nas mensagens enviadas.

 

fonte: olhar digital

Spotify atualiza ‘modo carro’ para viagens mais seguras

Quase todo mundo gosta de ouvir músicas enquanto dirige, e o Spotify parece estar empenhado em tornar essa atividade mais fácil e segura. No ano passado, o serviço de streaming havia liberado uma interface em modo de segurança para minimizar as distrações ao volante, mas apenas para alguns usuários. Agora, essa interface ressurgiu na versão para Android do app, e já está sendo liberada para alguns dispositivos.

Usuários relataram que o “modo carro” foi ativado automaticamente quando a plataforma foi conectada ao Bluetooth do veículo. A interface do Spotify para direção tem menos elementos; as fontes e ícones são maiores. Algumas ações não estão disponíveis: você só pode apenas pular faixas, reproduzir, pausar, favoritar ou ativar o modo aleatório. Essas características permitem que as ações sejam executadas com mais facilidade pelo usuário, além de minimizar as distrações.

O modo de visualização para carros pode ser desativado nas configurações do aplicativo. Até o momento a ferramenta está disponível apenas para usuários selecionados.

Como recuperar arquivos apagados do iCloud Drive

A perda de arquivos é algo muito desagradável, especialmente quando é um documento de trabalho ou fotos importantes. As soluções de armazenamento online geralmente oferecem uma maneira de restaurar arquivos excluídos, e o iCloud não é diferente.

Contudo, apesar do processo de recuperação de arquivos ser um pouco complicado na nuvem da Apple, não é impossível de se fazer. Por isso, criei este passo-a-passo detalhado para você poder ter seus arquivos e fotos de volta.

Atenção!

Se você excluiu um arquivo que salvou anteriormente no iCloud Drive e agora precisa recuperá-lo, preste atenção:

  • Os arquivos só estão disponíveis para restauração até 30 dias após a exclusão. Depois desse ponto, eles se foram para sempre;

  • A restauração geralmente só pode ser feita no computador, via www.icloud.com. A partir do iOS 11 e do macOS Sierra, os desenvolvedores podem criar um recurso chamado “recentemente excluído” em seus aplicativos e isso é tudo o que se pode fazer pelo dispositivo móvel.

A primeira dessas duas advertências significa que é improvável que você consiga usar a restauração de arquivos do iCloud Drive como uma solução de backup confiável, pois o histórico não consegue recuperar desde o início, já que existe a regra dos 30 dias conforme descrevemos.

A segunda significa que as chances são boas se você acessar o iCloud via navegador no computador. Se um usuário acessar o icloud.com via iPad ou iPhone ele será direcionado para configurar o iCloud, abrir o “Encontre meu iPhone” ou acessar o “Encontre meus amigos”.

E a conclusão é que, se você não tiver feito backup e a restauração de arquivos for sua última esperança, cruze os dedos e vá atá o iCloud.com. Aqui estão os passos que você precisa seguir para começar.

Restaurando Arquivos Excluídos do iCloud Drive

Abra o navegador e conecte-se ao site do iCloud. Você precisará fazer o login com seu ID da Apple. Certifique-se de usar aquele associado ao iCloud Drive que hospedou o arquivo que deseja restaurar.

Depois de entrar no iCloud.com, clique no botão “Ajustes”:

Reprodução

Role até a parte inferior da tela, abaixo da seção “Avançado” e, em seguida, clique em “Restaurar arquivos”:

Reprodução

A janela de restauração de arquivos será exibida agora. Se você tiver muitos arquivos armazenados no iCloud e tiver excluído muitos nos últimos 30 dias, o site precisará de algum tempo para agrupar uma lista de arquivos disponíveis para restauração.

Quando isso estiver concluído, uma lista de arquivos excluídos será exibida, e você poderá ver o local anterior no iCloud Drive, o tamanho e o tempo restante até que eles expirem.

Para restaurar um arquivo, clique na caixa ao lado dele (1) e, em seguida, clique em “Restaurar” (2). Você pode selecionar vários arquivos neste ponto, se necessário.

Reprodução

Depois que o arquivo foi restaurado com sucesso, o iCloud exibe uma mensagem confirmando-o.

Você já perdeu arquivos no Mac ou no Windows? Conte-nos como solucionou o problema nos comentários abaixo.

 

Fonte: https://olhardigital.com.br/dicas_e_tutoriais/noticia/como-recuperar-arquivos-apagados-do-icloud-drive/81243

Dica A2TEK: Como limitar o tempo que as crianças passam no Android

Hoje em dia, é cada vez mais comum que as crianças ou até mesmo seus filhos possuam o próprio celular por uma série de razões. No entanto, é necessário às vezes controlar melhor o tempo que eles passam com o aparelho em mãos por uma série de motivos.

Para ajudar neste controle, existem alguns aplicativos na Google Play, que além de ajudar a controlar o tempo passado no celular, pode bloquear a instalação de apps, limitar a duração de chamadas e muitos mais. A seguir, veja como controlar o tempo e outras ações que seu filho ou crianças podem fazer no Android.

Como funciona

Diferente do aplicativo criado pelo Google, o Heimdall, app a ser utilizado na matéria, permite que você defina um tempo limite para cada tarefa realizada no aparelho, sendo assim um pouco menos intrusivo.

Para fazer esta tarefa mencionada acima, primeiro, é necessário ter acesso ao aparelho onde ocorrerá esta restrição, uma vez que o app não conta com um método de acesso remoto para realizar as configurações. Feita estas ressalvas, confira como configurar o Heimdall:

Instalando e configurando o aplicativo

  1. Acesse a Google Play e baixe o aplicativo Heimdall Parental Control ou, se preferir, clique no link;
  2. Ao abrir o aplicativo pela primeira vez, prossiga com a explicação de como ele funciona;

    Reprodução

  3. Defina então uma senha e confirme-a, que servirá para controlar quem pode ter acesso ao aplicativo do Heimdall;

    Reprodução

  4. Se for de sua vontade, é possível cadastrar um número de telefone para recuperar o acesso normal ao smartphone em casos de esquecimentos da senha;
  5. Agora, na tela de “Ativar proteção”, clique em “Vá para a tela de configuração” para conceder uma permissão necessária ao app. Na tela do sistema, procure o “Heimdall” e ative-o, conforme sugere a imagem abaixo;

    Reprodução

  6. Ao fim do processo anterior, o aplicativo também solicitará ser o administrador do telefone, isto é necessário para que ele funcione. Então, toque em “Ok” e clique em “Ativar o app de administrador deste dispositivo”.

    Reprodução

A partir deste momento, você pode começar a configurar o Heimdall para bloquear o que desejar a partir dos menus, conforme está destacado na imagem abaixo. Através da opção log, é até mesmo possível conferir um histórico de quais aplicativos foram abertos no celular e, se desejar, também poderá ativar um histórico de sites visitados por ele.

Reprodução

Para limitar um dos aplicativos, é bem simples. Através da guia “Apps”, selecione o programa que deseja limitar e, então, defina um tempo limite que poderá ser passado dentro dele.

Reprodução

Caso você precise utilizar um aplicativo que ficou bloqueado devido ao tempo de uso, o mesmo poderá ser desbloqueado ao ser aberto e digitando a senha definida no Heimdall. Para remover os bloqueios, basta entrar no Heimdall e deixar o cadeado aberto.

O Heimdall tem a maioria de seus recursos disponíveis de forma gratuita, entretanto, algumas opções do aplicativos são pagas, como um sistema de rastreio, limite de tempo global e bloqueio de sites. Antes de optar pela versão paga do programa, você pode testar esses recursos durante dois dias gratuitamente, as outras funções dele não serão afetadas após este período.

Os emojis que estão a caminho do seu celular

O seu teclado pode ser consideravelmente diferente a partir de 2019, incluindo aplicativos como o WhatsApp. Isso porque o consórcio Unicode, que, entre outras coisas, padroniza os emojis que você usa diariamente, definiu 179 caracteres novos que são candidatos a entrar no padrão Emoji 12.0, que deve ser lançado no primeiro trimestre de 2019.

Destes 179 caracteres, 61 deles são originais e os restantes são variantes. As novas adições à lista de candidatos incluem um emoji que representa uma pessoa surda e um colete de segurança. Também foram adicionadas 55 variações de casais dando as mãos, variando entre gêneros e tons de pele.

Outros caracteres interessantes presentes na lista incluem uma cara de bocejo, cães-guia, animais como uma preguiça, uma lontra e um gambá. As representações humanas mostram uma pessoa em pé e outra de joelhos, enquanto as partes do corpo incluem braços e pernas prostéticas, um ouvido com aparelho auditivo e uma mão fazendo movimento de pinça com os dedos. Você pode conferir a lista completa de candidatos neste link.

A expectativa da Unicode é que os candidatos sejam analisados e finalizados no próximo encontro da associação, que acontece em setembro.

O consórcio também definiu alguns candidatos provisórios para o 2020. Entre eles estão o emoji de um ninja, capacete militar, mamute, pena, dodo, varinha mágica, serrote e chave de fenda. Os candidatos provisórios serão coletadas até março do ano que vem, com novas recomendações para formar os candidatos de 2020.

 

Fonte: https://goo.gl/dxc4jQ

Premiação escolhe a internet móvel mais rápida do Brasil; conheça o vencedor

A Ookla, empresa responsável pela popular plataforma SpeedTest, usada para medir a velocidades de internet, anunciou nesta quarta-feira, 8, a vencedora do prêmio de operadora de telefonia móvel com a internet mais rápida no Brasil. No primeiro semestre de 2018, essa honraria ficou com a Claro.

A operadora recebeu uma nota de 24,07 no “Speed Score”, que é uma métrica desenvolvida pela própria Ookla que leva em conta uma série de cálculos com base nas velocidades de download e uploads medidas pelo SpeedTest, embora dê um peso consideravelmente maior ao download.

A pontuação foi consideravelmente mais alta do que o obtido por todas as outras empresas. Quem chegou mais perto da Claro foi a Vivo, que obteve um Speed Score de 16,37. Já a TIM fecha o pódio com uma pontuação de 13,32, enquanto Oi e Nextel aparecem na sequência com 10,66 e 8,93, respectivamente.

A Ookla também divulgou as velocidades médias específicas de download e upload nos testes de cada operadora, como você pode conferir abaixo:

Reprodução

Para completar, a empresa também divulgou um demonstrativo das médias de velocidades nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro:

Reprodução

Apple deve deixar de fornecer adaptador de fones na caixa do novo iPhone

Quando começou a lançar iPhones sem entrada para fones de ouvido, a Apple declarou uma guerra aberta contra os cabos, visando minimizar o número de fios na vida do usuário. Com o próximo lançamento, a empresa pode ir a um passo além e eliminar de forma definitiva o adaptador fornecido na caixa.

O item foi incluído na caixa de todos os iPhones desde os modelos 7 e 7 Plus como uma forma de amenizar o impacto da transição, oferecendo a possibilidade de continuar usando fones de 3,5 milímetros na entrada Lightning. O iPhone “9” pode marcar o fim desta etapa intermediária.

A informação vem da Barclays, banco britânico, que publicou uma análise sobre a Cirrus Logic, a empresa que fornece os adaptadores para a Apple. O texto, como observa o site MacRumors, aponta que a Cirrus confirmou que o item não seria distribuído na caixa dos novos iPhones, o que impacta negativamente os resultados da companhia.

A tendência, no entanto, é que a Apple continue produzindo os adaptadores, mas vendendo-os separadamente para quem ainda não conseguiu concluir a transição para os fones sem fio ou, no mínimo, para fones Lightning.

A questão, no entanto, é se a economia vale a pena neste caso. Nos EUA, este adaptador é comercializado separadamente pelo valor de US$ 9, enquanto por aqui seu preço é de R$ 80. Os custos de produção por unidade, obviamente, são muito abaixo disso, o que leva ao questionamento se não é mesquinharia demais por parte da Apple.

 

Fonte: https://goo.gl/3pBcXR

Os melhores aplicativos e jogos da semana para Android

Com novidades de aplicativos e jogos que chegam à Play Store todos os dias, você deve se perguntar quais baixar no seu celular, certo? Para ajudar nesta tarefa, confira esta seleção que reúne as melhores novidades da loja e que valem o download.

Aplicativos

Esta parte da lista da semana traz opções para mudar o visual do aparelho, obter fotos melhores e alternativas interessantes. Veja:

Tik Tok – Grátis

Este aplicativo não é exatamente novo, mas merece estar na lista agora que integrou o serviço Musically, que foi descontinuado. Com ele é possível criar vídeos com muitos efeitos e músicas como trilha sonora.

Reprodução

Ava Lockscreen – Grátis

Aplicativo realiza alterações na tela de bloqueio do Android para deixá-la mais parecida com a do iPhone. Além da parte visual, como não poderia deixar de ser, o app também conta com alguns widgets.

Reprodução

Text Scanner [OCR] – Grátis

Utilizando a câmera do seu celular, você poderá transformar qualquer documento em um arquivo de texto. Depois da conversão, todos os seus arquivos têm a opção para serem compartilhados ou salvos na nuvem com o Google Drive.

Reprodução

Bling Launcher – Live Wallpapers & Themes – Grátis

Launcher gratuito traz recursos úteis para esconder ou proteger seus aplicativos. Para um apelo visual, o Bling Launcher conta com uma grande game de Live Wallpapers e efeitos de transição.

Reprodução

Moment – Pro Camera – R$7,50

Este é o único aplicativo da lista que é pago. O seu preço se justifica devido aos recursos profissionais que lhe ajudarão a extrair o melhor da câmera de seu celular com facilidade.

Reprodução

Jogos

A seleção de jogos traz clássicos que foram refeitos, universos imensos cheios de mistérios para aventura e muito mais. Segue a lista:

Shaq Fu: A Legend Reborn – Grátis

Com um mundo repleto de demônios que querem destruí-lo, você precisa estar no controle de Shaq Fei Hung para salvá-lo. O jogo é um remake do clássico Shaq Fu, um game de luta para Snes e outros consoles com o astro Shaquille O’Neal.

Alto’s Odyssey – Grátis

Desvende todos os mistérios acerca de um deserto com Alto e seus amigos, que precisam passar por ele. Para superar alguns dos obstáculos será necessário aprender a controlar elementos da natureza.

Asphalt 9: Legends – Grátis

O clássico jogo de corridas para smartphones e tablets está de volta em mais uma versão, que traz verdadeiros máquinas para as ruas. Colecione carros de marcas como Ferraria, Porsche e Lamborghini para se tornar uma lenda no jogo.

MapleStory M – Grátis

O famoso MMORPG em sidescroll que marcou épocas no computador ganha uma versão adaptada para celulares. Crie um guerreiro com uma das classes disponíveis e trilhe sua própria aventura.

Hello Neighbor – Grátis

Os vizinhos podem aparecer assustadores e este aqui é um caso claro. Tente entrar na casa dele despercebido para desvendar os segredos que ele não quer que você descubra, mas tome cuidado com as armadilhas para não fazer barulho.

Data de lançamento do Android P pode ter vazado

O lançamento do Android P está bem próximo. Com o último beta do sistema operacional já lançado, o Google estaria preparando a distribuição oficial da versão final para o dia 20 de agosto.

É o que indica Evan Blass, conhecido por frequentemente vazar informações de novos aparelhos. No Twitter, ele postou uma imagem com um calendário do mês de agosto e uma marcação “P” no dia 20.

A data seria bem próxima ao aniversário de um ano do lançamento do Android Oreo, que foi disponinibilizado em 21 de agosto de 2017.

O Google ainda não divulgou o nome final da nova versão do Android, mas o suporte técnico da fabricante chinesa Huawei pode ter vazado que ele vai se chamar Android Pisatchio.

 

Fonte: https://goo.gl/XoKx6a